Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Jornalistas há muitos...

por Sofia Videira, em 15.07.12

Hoje em dia todos somos jornalistas de qualquer tema que nos pareça pertinente. O mais trivial dos acontecimentos é notícia de primeira página qualquer dia e a qualquer hora.

Há poucos dias li, no Facebook de um antigo professor, uma infografia que questionava de que forma as media sociais estão a substituir o jornalismo. A questão é pertinente. Verdade ou não, se vem postado nas redes sociais é desde logo assumido (pela maioria) como verdade.

Aconteceu comigo. Logo depois da derrota de Portugal frente à Espanha, a SIC (à partida fonte credível), postou no Facebook que Cristiano Ronaldo havia perdido o voo de ligação Donetsk – Poznan por gula. Alegadamente o menino de ouro foi comprar um bolo para repor energias e o avião ousou seguir sem CR7.

Minutos depois o jornal o Público publica “O bolo que Ronaldo não comeu e o avião que Ronaldo não perdeu”.

Afinal em que ficamos? Ronaldo levou ou não bolo?

Ao que parece o que passou por notícia era, na verdade, um texto humorístico publicado no blogue “Dirty Tackle”, alojado no portal Yahoo.

O que aos olhos de quase todos não passou de uma piada e de um descuido de uma estação de televisão, a mim deixou-me furiosa. Uma estação de televisão que não sabe discernir uma piada da realidade pode provocar novo caos, qual “Guerra dos Mundos” de Orson Wells.

Os conteúdos e o formato que constituem um discurso dito jornalístico têm, em qualquer parte do mundo, uma génese sócio cultural. Ou seja, uma ideologia que dita e mostra em que época e em que sociedade foi produzido. Ora eu penso que isto diz tudo. Um dia, daqui a muitos anos, também a nossa era será estudada numa qualquer cadeira de História do Jornalismo (sim porque os mas exemplos também são objeto de estudo).

A meu ver, o que se passa é que os média, que já foram considerados o 4º poder e até mesmo o 1º, estão agora a submeter-se à estupidez nacional em que parece que o nosso país está mergulhado. Um país onde os filhos dos jogadores têm tempo de antena, e os filhos do "Zé Ninguém" suplicam por atenção; um país onde a "Casa dos Segredos" merece mais tempo de antena e mais atenção que a aprovação do Orçamento de Estado para o próximo ano; um país onde se diz de boca cheia "não gosto de política" e depois se vai para o café criticar as medidas do Governo sem sequer saber o que foi feito nem porquê; um país onde as vitórias do futebol nacional ainda fazem as honras da abertura de telejornais...enfim!!!

O jornalismo de outrora deixou de o ser (e digo isto com enorme pesar, porque apesar de não estar a exercer, considero-me jornalista porque foi nisso que me formei, é essa a minha paixão e tenho o orgulho de dizer que já exerci)...como dizia, o jornalismo de outrora já não existe. Perdoem-me (ou não) se os choco, mas agora assistimos a uma prostituição do jornalismo, onde quase todos se vendem por qualquer "coisa" que venda (perdoem-me a redundância), desde que seja sensacionalista e chame a atenção.

Continuando, e a conversa já vai longa…e parafraseando João Pedro Sousa em “Uma história breve do jornalismo no Ocidente”, “perceber as teorias contemporâneas do jornalismo implica compreender a forma como o jornalismo evoluiu e os desafios permanentes ao estabelecimento de fronteiras entre o que é e o que não é jornalismo”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:10


2 comentários

De Rogério Costa Pereira a 15.07.2012 às 20:37

Bem-vinda a casa, Sofia. E parabéns pelos excelentes textos. Continua a carregar(-lhes); de língua afiada.

De rui david a 16.07.2012 às 21:43

muito bem. grande pedalada.

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog