Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Durante esta semana, no Fundão, respira-se música

por António Filipe, em 05.07.12

Bem, não vos conto nada!
Assisti, a noite passada, a um recital de piano, na Moagem do Fundão, que me deixou sem palavras e com as mãos doridas de tanto aplaudir.
Mais uma vez o pianista Jorge Moyano nos brindou com uma extraordinária exibição do seu talento.
A primeira parte do recital foi preenchida com três obras de Mozart: duas sonatas e uma fantasia. Gostei, particularmente, dos movimentos lentos das sonatas. Ao ouvir outras interpretações destas obras, salvo algumas excepções, estes movimentos lentos parecem nunca mais acabar. Perdoem-me os amantes de Mozart, mas é esta a sensação que, por vezes, tenho. Mas na interpretação de Jorge Moyano nada disso aconteceu. O profundo sentimento do pianista invadiu-me os ouvidos e ficaria ali toda a noite a ouvir o Andante cantabile da Sonata K. 330 ou o Adagio da K. 457.
Depois do Mozart, o intervalo, um cigarrito e tal e, a seguir, Chopin. Quatro polacas. Pessoalmente, prefiro o Chopin dos Nocturnos e dos Estudos, mas, mais uma vez, o pianista Jorge Moyano surpreendeu-me. O instrumento que tocava é conhecido em italiano como “pianoforte”. Pois bem, se nos movimentos lentos das sonatas do Mozart, Jorge Moyano fez jus à primeira parte do nome italiano, nas Polacas de Chopin provou que “pianoforte” é o nome adequado ao instrumento. Quando era “piano”, era mesmo piano e, quando era “forte”, era mesmo forte. E que fortes! Por vezes pensei que alguma corda ia partir. E (sensação estranha!) a certa altura deu-me impressão que o pianista tinha 12 dedos e aquele piano 90 teclas! Não as consegui contar, tal era a rapidez com que aqueles percorriam estas. O suor do pianista pingava sobre as teclas doridas do piano, tal era a violência do toque. Não confundir isto com martelar teclas. Nada disso. Era força interior, cheia de fortes sentimentos.
Depois da terceira Polaca, Jorge Moyano, pedindo desculpa, retirou-se do palco para ir beber água. E foi bem merecida a pausa. Fiquei com alguma pena do piano, que não teve direito a refresco. E bem precisava! Mas na última peça do recital o instrumento pôde descansar um pouco, já que a Polaca-Fantasia, op. 61, de Chopin, não se mostrou tão violenta. Nem por isso deixou de ser uma interpretação fantástica.
No fim, o público bateu palmas de pé, como não podia deixar de ser. E Jorge Moyano brindou-nos com um “encore”. Não sei que peça tocou, mas pareceu-me Chopin. Fosse o que fosse, o recital terminou com chave de ouro e, à saída, ouvi mais que uma vez a palavra “fantástico” proferida pelas pessoas que, ao contrário de mim próprio, não ficaram sem palavras.
Ouvi o pianista Jorge Moyano no recital do ano passado, que me ficou na memória. O deste ano não lhe ficou atrás e espero vê-lo e ouvi-lo novamente daqui a um ano, no Fundão.
Esta é, para mim, a melhor semana desta cidade. Recitais todos os dias e todo o dia, no âmbito do Concurso Internacional de guitarra, piano e violino. A Academia de Música e Dança do Fundão, promotora do concurso, está de parabéns.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:23


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Você precisa de algum serviço de hackers? ENTÃO CO...

  • Anónimo

    Você precisa de algum serviço de hackers? ENTÃO CO...

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Incrível, mas verdadeiro. Acabei de receber meu em...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Estou tão feliz que recebi um empréstimo de um cre...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds