Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Edvard Grieg – Compositor e pianista norueguês

por António Filipe, em 15.06.12

No dia 15 de Junho de 1843 nasceu em Bergen, na Noruega, o compositor e pianista Edvard Grieg. Recebeu desde criança uma rigorosa educação musical, não só porque a mãe era uma notável pianista profissional, não só porque o pai era um entusiástico melómano com vários antepassados músicos, mas principalmente porque revelou, desde cedo, o talento que viria a levá-lo a um estilo muito pessoal. Durante a vida de Grieg, a Noruega era um país pobre, tentando libertar-se do domínio da Suécia. Foi este anseio de liberdade para a Noruega que moldou Grieg enquanto compositor.
Estudou na Noruega e também na Alemanha – onde se licenciou no Conservatório de Leipzig, um dos mais importantes da Europa – e pouco depois dos 20 anos começou a passar longas temporadas em Copenhaga, porque naquela época a capital dinamarquesa era uma segunda casa para os artistas e intelectuais noruegueses.
Foi nessa época que Grieg começou também a interessar-se pela música folclórica da sua Noruega – e dedicou-se-lhe com tal empenho e com tal brilho que o governo norueguês lhe atribuiu uma remuneração anual para assegurar a continuidade da sua obra. E ele correspondeu com a batalha que apaixonadamente travou durante toda a vida para elevar a qualidade da música no seu país, aproveitando inclusivamente o conhecimento que travou com grandes nomes do seu tempo, como Liszt, Brahms e Tchaikovsky.
Grieg acreditava profundamente na importância da música na sociedade. Em várias ocasiões, realizou concertos gratuitos para trabalhadores e para os pobres. Depois de um destes concertos, escreveu: “Esta noite representa a concretização de um sonho da minha juventude: que, tal como na antiga Grécia, a arte deveria chegar a todos, precisamente porque comunica de coração para coração. […] Que a arte possa pertencer ao povo!”. Grieg defendia que na arte não havia classes altas ou baixas e que a arte podia, por isso, ter um papel educativo na sociedade.
No final da vida, Grieg era um nome grande da música universal, muito para além das fronteiras da Noruega, que fez dele um símbolo nacional. Quando, no dia 4 de Setembro de 1907, soou a notícia da morte de Grieg, toda a Noruega chorou por aquele que foi não só o mais importante compositor norueguês, mas também um especial cultor da história e do folclore do país. Mais de trinta mil pessoas assistiram ao funeral, invadindo as ruas de Bergen.


Excerto do Concerto nº 1, para piano, de Grieg
Piano: Valentina Lisitsa
Orquestra Filarmónica de Seul
Maestro: James Judd

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


4 comentários

De António Leal Salvado a 15.06.2012 às 00:52

Bela homenagem.
"Que a arte possa chegar a todos"! E que, para isso, se dêem a ouvir obras e interpretações como esta, cada vez mais e cada vez a mais.

De António Filipe a 15.06.2012 às 01:30

E, já agora, "que a arte possa pertencer ao povo", como também desejou Grieg.

E aproveito esta boleia para te desejar que faças muitos e muitos anos, pois és um amigo que nunca conseguirei substituir.


Por falta de tempo não consegui preparar mais nada para o teu aniversário, mas dedico-te esta interpretação (que eu considero muito boa) da Valentina Lisitsa.
Eu sei que vou atrasado, mas uma das razões é que não tinha a certeza se fazias anos a 14 de Junho ou 14 de Julho. Tinha ideia que era a 14 de Julho, porque uma pessoa como tu devia ter nascido um mês depois. Se escolheste (e bem) o 1º de Maio para te casares, porque não escolher o dia da tomada da Bastilha para nascer?
Não pude confirmar a data porque tu, tal como as mulheres, não tens essa informação no Facebook nem em lado nenhum. E nem sequer deixas escrever no teu mural.
Bem, seja como for, um grande, enorme abraço e que faças muitos mais que eu, porque, enquanto eu cá andar preciso de ti.

De António Leal Salvado a 15.06.2012 às 19:27

Obrigado, insubstituível Companheiro!
Sou, como sabes, avesso a comemorações de aniversário, como a todos os rituais que têm bons motivos - apenas porque têm o risco de transformar em ritual aquilo que devemos procurar todos os dias e em todas as ocasiões. É isso que acontece com a reunião como os meus amigos; entre ter muitos e escolher só os bons, preferi sempre ter muitos e bons - Amigos como os anos segundo o tradicional voto. Mas os bons, os verdadeiramente bons e "optimamente bons", como em tudo na vida, são sempre raros. Por isso o teu cumprimento de aniversário me é tão caro. Como a indizível amizade que nos liga todos os dias.
Grande Abraço, com votos de que eu conte muitos e bons - e que sejam todos na tua privilegiada companhia.

De Marivane Trevisan a 16.10.2014 às 16:29

Adorei saber que Edvard Grieg tinha uma filosofia de vida humanitária. Olá Antonio Filipe; eu estive em Bergen e comprei o um dos Cds deste compositor, mas ele se perdeu durante a viagem por acaso voce sabe onde posso adquirir um novo CD de Edvard Grieg aqui no Brasil? , eu  tentei substitui-lo sem sucesso.



Também estou procurando o CD de Thomas Brown(pianista e organista americano) com a musica"in the meadows"
Agradeço a ajuda.


Abraço


Marivane Trevisan

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    Meu nome é Valeria Marco. Há 6 meses atrás, meu ne...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog