Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Abril em Portugal

por Maria Suzete Salvado, em 29.04.12

E já se vai o Abril, para dar lugar ao Maio, que como tudo, começa no 1º.
Antes que termine o Abril, busco algumas lembranças da minha adolescência, já tão distante. Abril era cantado com uma música muito conhecida, com letra adaptada e intitulada “Avril au Portugal”. Eu não entendia porque é que o meu país tinha tido a honra de ser cantado com a língua de Paris. Realmente “Abril em Portugal “ soava mais simplório, mais provinciano. Em francês era mais giro. Comecei por pensar que era por tanta gente da nossa terra estar em Paris. (Assim como pensava que nos filmes de cowboys, quando diziam “mãos no ar”, era para darem um tiro em cada mão).
Mas pouco me demorava nesses pensamentos pois em Abril havia a feira e os divertimentos que vinham com ela. Depois começavam os dias bonitos e já podíamos passear com os rapazes avenida acima, ou estar na esplanada durante o tempo que o dono do café achasse que valia o consumo que tinhamos feito. Aí, nunca era muito tempo, pois quase todos tinhamos o dinheiro de bolso que daria para um café ou um bolo, apenas.
Só que de vez em quando era alertada por alguma conversa diferente, como “o Jornal do Fundão teve problemas com a pide”, “o Sr Armando Paulouro foi incomodado pela pide”, “cuidado com fulano que é informador da pide” e eu perguntava ao meu pai o que se passava.O meu pai não queria que nós falássemos disso e advertia-nos com ar grave. Vieram eleições e achei entusiasmante, mas as pessoas não acreditavam nelas e diziam “votar para quê? Eles não os deixam ganhar”. Então pensava que as eleições eram como uma luta de boxe com golpes baixos.
Mas as pessoas encontravam sempre forma de ter esperança e ficaram cheias dela quando Salazar caiu de maduro e deu lugar a uma maçã da mesma árvore. Tudo parecia mudar, mas eu começava a desconfiar que era mesmo só de nome, mudar de Salazar para Caetano, de pide para dgs, etc.Tive a certeza, quando o meu irmão Tonô, que estava na Faculdade de Direito em Lisboa e vivia comigo, chegou a casa cheio de hematomas provocados pela polícia de choque, que invadira a Faculdade e desancara a “estudantada revolucionária”.
Aconteceu Abril em 1974, e a 25 eu não sabia se era para continuar a ter medo, se era para festejar. Mas o 1º de Maio veio dar-me a resposta e aprendi com o passar do tempo, que era mesmo para festejar.
Este mês de Abril de 2012, o noticiário abriu com a comemoração do aniversário do ditador e cerca de dezena e meia de portugueses, junto à sua campa, tinham ar consternado. O meu encolher de ombros daria por encerrada a notícia, se não fosse a surpresa de ver quem discursava, baixar o papel onde lia o que lhe ia na alma e levantar o braço, em saudação fascista, com orgulho.
Foi como se me desse uma bofetada. Por segundos, voltei a ter medo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:36


5 comentários

De Rogério Costa Pereira a 29.04.2012 às 16:56

Bem-vinda a casa, Maria (para mim, será sempre Maria; já lhe expliquei e não fui contestadoImage).
A pegada fica mais rica consigo, como este texto, belo de simples, bem demonstra. 
A Maria é a minha surpresa para os leitores. Para os meus companheiros de pegada; ousei não os consultar, nem os avisar depois do convite consumado. Porque tenho tanta certeza. E porque era uma surpresa e as surpresas são assim (ok, ontem ouve dois que souberam, mas apenas porque estive com eles à noite). 
A Maria é a minha surpresa para o António (meia-surpresa, porque ontem quis ver a reacção em directo ;) ).
Esta é agora a sua casa, tanto como minha e dos demais.
Já lhe mando a chave para o gmail.

De António Filipe a 29.04.2012 às 17:17

E que bela surpresa, Rogério. Obrigado.
Não a conhecendo pessoalmente, a Maria Suzete é uma daquelas pessoas que inspira confiança. Embora me lembre dela quando era adolescente, só temos tido conversas virtuais. E, excepcionalmente no caso dela, tem sido o suficiente para saber que é uma pessoa fantástica.

De Luis Moreira a 29.04.2012 às 16:56

É um sentimento que também experimento de vez em quando. Bonito texto

De António Filipe a 29.04.2012 às 17:37

Que agradável surpresa, Maria Suzete! O "maluco" do Rogério sai-se com estas, de vez em quando. E quem sou eu para o contestar?
O belo texto que escreveu trouxe à memória os bons e (alguns) maus momentos do pré 25 de Abril no Fundão: o "Jornal do Fundão", que, apesar da censura, era bem melhor do que é hoje, o Armando Paulouro, os informadores da PIDE, a própria PIDE, a cadeira do Salazar, a "Primavera Marcelista" e, já em Lisboa, as fugas à frente da polícia de choque.
Fez-me recordar o seu pai, em cuja escola tive as primeiras lições de condução.
E tantas outras coisas me vieram à memória!
Obrigado, Maria Suzete. Parabéns e seja bem-vinda.

De António Leal Salvado a 30.04.2012 às 01:44

Bem vinda, minha irmã!
Espero que a surpresa doméstica do Rogério na Pegada (nem quero adivinhar a quem ele a dedicou em primeiro lugar) desvende os mil saberes que eu aprendi/o contigo e os milhões de outros que eu nunca serei capaz de testemunhar.
Ainda ontem me comovi com a revelação da verdadeira amizade de dois irmãos tão diferentes - e já hoje me alegro pela cumplicidade de dois tão filhos do mesmo eterno sorriso.
Vais dar-te bem no meio desta gente, boa como tu.

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Você precisa de algum serviço de hackers? ENTÃO CO...

  • Anónimo

    Você precisa de algum serviço de hackers? ENTÃO CO...

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Incrível, mas verdadeiro. Acabei de receber meu em...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Estou tão feliz que recebi um empréstimo de um cre...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog