Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Pela calada

por Francisco Clamote, em 14.04.12
Pela calada, sem dar cavaco a ninguém, nem aos parceiros sociais, o governo aprovou em 29 de março, em Conselho de ministros, um diploma a congelar as reformas antecipadas, diploma que, depois de promulgado em conformidade por Cavaco e com a presteza requerida, foi publicado em Diário da República a 5 de abril para entrar em vigor 24 horas depois.

Alguma comunicação social, talvez porque a medida também pode atingir jornalistas, insurgiu-se contra o procedimento, como não o fez em relação a outras medidas ainda mais gravosas, como o corte dos subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e pensionistas, igualmente decididas sem mais aquelas.

A actuação seguida pelo governo, nestas matérias e noutras é, por certo, a que Passos/Coelho considera a mais adequada para "reconquistar a confiança". (Diga-se, entre parêntesis, que Passos/Coelho se referia à confiança dos mercados, mas parece-me legítima a extrapolação, pois faço o favor de supor que o chefe do governo não menosprezará a confiança dos cidadãos, visto que sem ela, nem o país, nem ele, irão muito longe.) 

Deve ser, aliás, em nome da tal confiança que o governo vai continuar a agir de forma idêntica. Com efeito, anuncia-se já que o executivo se prepara para criar, sem passar pela Assembleia da República, como legalmente se impunha, "uma taxa de saúde e segurança alimentar" que, prima facie, será cobrada aos estabelecimentos de comércio alimentar, mas que, como é evidente, vai sair do bolso do consumidor, ponto sobre o qual não resta a mínima dúvida, tendo em conta a posição tomada pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED). Aliás, outra coisa não seria de esperar. Só que, com esta configuração, a taxa, porque não corresponde a qualquer serviço prestado ao consumidor assaltado, não passa duma forma encapotada de imposto que acresce ao IVA que o consumidor já paga. 

Diz a sabedoria popular que o ladrão é que actua pela calada, mas o dito popular está, manifestamente, desactualizado. Isso era dantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:47


1 comentário

De rui david a 15.04.2012 às 09:12

E então agora que se instituiu a nova versão de "os fins justificam os meios" consagrada pela expressão "para resultar temos de os apanhar desprevenidos", isto tornou-se o Texas gerido pelo Juiz Roy Bean.
Há dias atrás, António Dornelas dizia na televisão que este tipo de atitude do governo mina-lhe a credibilidade. Na minha opinião, é o contrário. Reforça-lhe a credibilidade. A credibilidade que lhe interessa, que a democrática já se viu que é um desagradável transtorno. Em nome do "interesse nacional"... onde é que eu já ouvi isto?

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    GANHE RICO COM CARTÃO ATM EM BRANCO durante este W...

  • Anónimo

    RICHE COM O CARTÃO ATM EM BRANCO Whatsapp: +1(845)...

  • Anónimo

    Meu nome é Valeria Marco, 6 meses atrás meu negóci...

  • Anónimo

    Olá, senhoras e senhores, precisam de ajuda financ...

  • Anónimo

    Olá, senhoras e senhores, precisam de ajuda financ...

  • Anónimo

    Olá, senhoras e senhores, precisam de ajuda financ...

  • Anónimo

    Olá, senhoras e senhores, precisam de ajuda financ...

  • Anónimo

    Meu nome é Valeria Marco, 6 meses atrás meu negóci...

  • Anónimo

    Firma de empréstimo Sky Wealth, nós concedemos emp...

  • Anónimo

    Hordle Finance B.V (UK) Limited provides personal ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog