Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O petróleo não é de origem fóssil, é inesgotável.

por António Leal Salvado, em 06.04.12

Sabe-se agora que o petróleo pode ser explorado praticamente em toda a parte, desde que se esteja disposto a investir nos altos custos de uma perfuração profunda. Qualquer país se pode tornar independente em matéria de energia. Simplesmente, os donos das petrolíferas querem países dependentes e que paguem caro pelo petróleo importado.

A afirmação de que existe um máximo na extracção de petróleo é, de facto, um golpe e uma mentira . Trata-se apenas de construir uma escassez e um encarecimento artificial. Tudo se resume a negócios, lucro, poder e controlo.

  • O petróleo é extraído a grandes profundidades, ultrapassando os 13 km. Isso contradiz totalmente a tese dos fósseis, pois os restos dos seres vivos marinhos nunca chegaram a tais profundidades e a temperatura (elevadíssima) teria destruído todo o material orgânico.
  • As reservas de petróleo, que deveriam estar vazias desde os anos 70, voltam a encher-se novamente por si mesmas. O petróleo fóssil não pode explicar este fenómeno. Só pode ser explicado pela produção incessante de petróleo abiótico no interior da Terra.
  • A quantidade de petróleo extraída nos últimos 100 anos supera a quantidade de petróleo que poderia ter sido formado através da biomassa. Nunca existiu material vegetal e animal suficiente para ser transformado em tanto petróleo. Somente um processo de fabricação de hidrocarbonetos no interior da Terra pode explicar esta quantidade gigantesca.
  • Quando observamos as grandes reservas de petróleo no mundo é notório que elas surgem onde as placas tectónicas estão em contacto uma com as outras ou se deslocam. Nestas regiões existem inúmeras fendas, um indício de que o petróleo provém do interior da Terra e migra vagarosamente através das aberturas para a superfície.
  •  Em laboratório foram criadas condições semelhantes àquelas que predominam nas profundezas do planeta. Foi possível produzir metano, etano e propano. Estas experiências provam que os hidrocarbonetos podem formar-se no interior da Terra através de simples reacções inorgânicas – e não pela decomposição de organismos mortos, como é geralmente aceite.
  • O petróleo não pode ter 500 milhões de anos e permanecer energeticamente capaz no solo até hoje. As longas moléculas de carbono ter-se-iam decomposto. O petróleo que utilizamos é recente, caso contrário já se teria volatilizado há muito tempo. Isto contradiz o aparecimento do petróleo fóssil, mas comprova a teoria do petróleo abiótico.

Mapa que evidencia os limites tectónicos (Fonte: http://geologiadoquinario.blogspot.pt/2010/04/falhas-tectonicas.html)

 

* Extractos de:  http://www.fciencias.com/2012/03/31/o-petroleo-nao-e-de-origem-fossil-e-inesgotavel/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30


8 comentários

De FF a 06.04.2012 às 18:00

 A quantidade de imprecisões (para ser simpático) científicas é tal que nem sei por onde começar...

De Luis Moreira a 06.04.2012 às 18:04

Comece FF. A pegada está cá é para isso mesmo.

De Rogério da Costa Pereira a 06.04.2012 às 18:07

Começa lá agora, quer guardar a sapiência só para ele. Fica a publicidade de quem ouve, não gosta, mas não fala. Isto chama-se dignidade. Para ser simpático.

De Luis Moreira a 06.04.2012 às 18:14

É um texto de truz. Eu nunca tinha lido nada sobre isto.

De ALS a 06.04.2012 às 18:17

Se o comentador FF descobrir por onde começar, teremos o maior prazer em dar eco das precisões (mesmo - e principalmente - as que não sejam afectadas pelo subjectivismo da \"simpatia\") e fazê-las chegar a pelo menos a pequena parte possível da vasta comunidade científica em que nos apoiámos.
Ao dispor,
ALS

De rui david a 06.04.2012 às 19:58

Esta é uma hipótese em debate desde há uns anos. Teremos talvez de esperar um pouco para que se possam tirar conclusões mais seguras. O que me parece apressado, no entanto, é defender que a teoria do peak oil interessa às grandes companhias petrolíferas. Pode ser controversa e alimentar alarmismos, pode ter limitações porque se refere à industria petrolífera tal como se desenvolveu durante mais de um século, mas julgo que foi desenvolvida por pessoas com conhecimento técnico aprofundado da industria. Essa teoria teve pelo menos o mérito de ajudar à reflexão global sobre a dependência do desenvolvimento civilizacional dos combustíveis fósseis (ou o que seja, se aceitarmos a tese defendida no artigo), implicações nas alterações climáticas, etc...

De FF a 06.04.2012 às 22:00

É verdade que os hidrocarbonetos n têm todos origem na decomposição de matéria orgânica, aliás o metano é bastante comum no universo (detectado com frequência em outros planetas). No nosso planeta encontram-se de tal forma distribuidos que existem mesmo muitas formas de vida que ao longo da sua evolução desenvolveram formas de os usar como fonte de energia e carbono.
Agora, os hidrocarbonetos de cadeia longa, os que interessam do ponto de vista energético, a teoria vigente é de que resultam da  decomposição de matéria orgânica. 
A teoria do petróleo n biologico foi defendida por uma pequena comunidade de cientistas russos do inicio do seculo XX, e actualmente tem poucos ou nenhuns apoiantes na comunidade científica, merecendo muito pouco debate entre a comunidade cientifica.
A mim parece-me, mas posso estar enganado, que o que os autores do artigo fizeram foi distorcer factos cientificos para apoiar a tese de que tudo é uma conspiração para obter o máximo de lucro.
Peço desculpa pelo facto de n ter sustentado a minha frase inicial numa argumentação minimamente cientifica. 

De Emilio Gouvea a 18.08.2015 às 13:58

Bom dia amigos, quem quiser de fato se envolver na comprovação científica da origem abiótica do petróleo, lei primeiro de tudo o link da Wikipedia em português: 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Origem_inorg%C3%A2nica_do_petr%C3%B3leo
A quantidade e clareza dos argumentos aí contidos esclarece os pontos do post que foram editados para ir direto ao ponto, sem dar maiores explicações, mas elas existem e são convincentes. 
A ciência sempre teve seus mitos e imposturas, às vezes por motivos religiosos e políticos como o caso da Terra ser plana...lembram? E os milhares de "cientistas" que riam de Pasteur quando ele falava de micróbios ? E o absurdo que era no século 19 obrigarem os médicos a lavar as mãos, lembram?  Agora imaginem se a teoria da origem abiótica do petróleo for consagrada pelos acadêmicos, o que ocorrerá no dia seguinte? Queda vertiginosa da cotação do petróleo e do valor das reservas conhecidas, países como Arabia Saudita e mesmo a Rússia teriam muito a perder... Alguém duvida que se o comercio de diamantes deixasse de ser um monopolio, eles continuariam valendo o que valem hoje? A escassês artificial dos diamantes é que sustenta seu alto valor de mercado...pensem !!!!

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog