Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A terra a quem a trabalha pela mão do CDS

por Luis Moreira, em 25.02.12

Governo quer arrendar terras abandonadas ! A ministra da agricultura pensa em dar benefícios fiscais a quem arrendar as terras agrícolas sem uso. Até ao verão o banco de terras vai avançar!

Grande ideia, um dos objectivos mais generosos do 25 de Abril pode tomar forma, após 37 anos de democracia, pela mão de uma militante do CDS!

Tem tudo para dar certo! Há muitos jovens dispostos a irem para o campo e mudarem radicalmente de vida; há empresas que necessitam de aumentar a dimensão das terras para obterem "ganhos de escala"; há emparceiramentos , condição necessária para tornar as empresas rentáveis...

Muita gente licenciada, uns nas actividades dos campos outros não que, devidamente apoiada, por associações de agricultores e pelos serviços do ministério podem ganhar a vida trabalhando esses campos há muito abandonados. Poderá ser a continuação da alavancagem que a gricultura tem sentido com a chegada de pessoas instruídas, mais preparadas para gerir empresas agrícolas .

A ideia vem de quem não consegue fazer chover? Pouco importa! É uma belíssima ideia que poderá resolver a vida a muita gente e produzir riqueza.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


2 comentários

De António Leal Salvado a 25.02.2012 às 15:55

A ideia - que não é nova - parece generosa. Mas pode ser de uma extrema ingenuidade.
Talvez dedique um post a esta matéria - baseado num mero depoimento pessoal:
Tenho muitas e boas terras agrícolas, com boas infraestruturas (acessos, casas, arrecadações, regas), que há 25 anos ofereço para serem tratadas a quem quiser explorá-las - e de borla. A maior parte delas nunca encontraram interessados. Algumas foram encontrando "rendeiros" (com renda zero) que, sucessivamente, foram desistindo. Razão: a agricultura, que tradicionalmente é a "arte de empobrecer alegremente" tornou-se desastrosamente ruinosa em Portugal depois da adesão à CEE e das sucessivas PEC decretadas em favor da França e abertura de fronteiras.
É claro que tem havido uns "cromos" com uma ideias muito fantasiosas extraídas dos manuais de Economia (feitos sempre tendo como padrão a indústria) lançando políticas que, para quem vive na ou próximo da agricultura são simplesmente cómicas e próprias de betinhos.
Esta a nua e crua realidade. Precisamente a tal parte que a ministra Cristas e a miudagem do seu ministério "não sabem nem sonham"...

De António Leal Salvado a 25.02.2012 às 16:07

Mais três achegas (e fica feito o post):
1. O meu depoimento pessoal é idêntico ao de muitos, muitos proprietários rurais e descendentes de agricultores que ao longo da vida tenho conhecido. Sem tirar nem por.
2. Durante 5 décadas, a agricultura portuguesa reclamou o Plano de Regadio e o emparcelamento - únicas soluções pacificamente reconhecidas por todos os conhecedores.
O regadio discuti-o pessoalmente com Sócrates - de quem a questão mereceu uma enorme atenção e um investimento histórico - a quem avisei que era o "ouro" que nos faltava, mas viria demasiado tarde.
O emparcelamento falhou rotundamente desde 1970 (em Abril desse ano foi publicado o primeiro diploma legal) até hoje. Pura e simplesmente por resistência da população rural - em especial os proprietários.
3. Desde Marcelo Caetano, os governos ensaiaram múltiplas políticas, compostas de medidas baseadas na audição criteriosa dos agricultores. E falharam, por insuficiência dessa audição.
Agora, a moça super-ministra avança com a própria imaginação, auto-suficiente em relação ao saber de experiência feito dos agricultores.
Esperemos para ver...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Ruth Breen

    It still feels incredible that my life has changed...

  • Anónimo

    Obtenha um cartão ATM em branco e dinheiro Bom di...

  • Anónimo

    Offre de prêt rapide et sérieuseLes informations s...

  • Anónimo

    Waow this is unbelievable, it is my first time to ...

  • Anónimo

    I am a veteran with the world trade organization h...

  • Anónimo

    Olá, Você precisa de um empréstimo de emergência p...

  • Anónimo

    Você busca fundos para pagar créditos e dívidas?{g...

  • Pito

    Oferta de crédito internacional,WhatsApp: +3519107...

  • Pito

    Oferta de crédito internacional,WhatsApp: +3519107...

  • Anónimo

    Precisa de um empréstimo? Empréstimo comercial? Em...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds