Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Às arrecuas?

por Francisco Clamote, em 11.02.12
A decisão de Passos Coelho de não conceder tolerância de ponto no Carnaval foi recebida com tantas manifestações de desagrado que o homem do leme já começou a fazer marcha à ré.
Assustado com tanta rebeldia, vinda donde menos esperava, a começar pelas regiões autónomas, autarquias, serviços públicos e empresas, Coelho já fez saber que, afinal, "a tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval não acabou". Foi simplesmente suspensa, porque estamos num "ano emergência nacional" e porque a troika vai estar por cá durante os festejos carnavalescos e mal parecia que enquanto a troika trabalha, o país estivesse a folgar.
Boas razões, sim senhor, mesmo sabendo que, pelos vistos, "o país vai estar praticamente parado" na terça-feira de Carnaval, quer Passos queira, quer não queira.
Alguém, mal intencionado, diria que o aparente recuo se fica a dever ao facto de Coelho ter receado que lhe acontecesse o mesmo que ao então primeiro-ministro Cavaco, por idêntica decisão. 
Eu, que me esforço por ser simpático, embora, verdade se diga, não acredite numa palavra do que ele diz (e é por tal que qualifico o recuo de aparente) considero muito simplesmente que a justificação não cola e que a emenda não sabe melhor do que o soneto. E por uma razão simples. É que, a ser verdadeira a justificação, Coelho já devia ter instituído o sábado e o domingo como dias de trabalho, porque a "troika" tem o "bom" hábito de nem nesses dias se dar ao descanso. Ou será que esta forma de "solidariedade troikista" tem dias?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38


3 comentários

De António Filipe a 11.02.2012 às 19:47

E, hoje, foram 300 mil no Terreiro do Paço (dados da CGTP).
Mas, mais mil menos mil, acho melhor o homem do leme recuar ainda mais, porque se não, afunda-se.

De António Leal Salvado a 11.02.2012 às 23:19

Por vezes tenho a impressão de que o farsola, de tão lerdo que parece ser quando quer falar de coisas sérias ou que parece crer serem sérias, de tanto papaguear as tretas que os donos lhe assobiam que repita, de tanto se confundir com aquele ante-braço direito que lhe faz a patética propaganda - chega a acreditar nas parvoíces que defende em matéria de política económica. É que se dá a um tal ridículo...!
Confesso que quanto mais o observo mais me faz pena o papel que a História vai reservar - cedo demais - a este pobre coitado.
A culpa não é dele, acreditem. O estado a que a Europa chegou e a mixórdia que encontrou no partido e no PR que lhe calharam na rifa quando teve a tão esperada oportunidade de um lugar eram e são tão confrandegoramente pobres, que o chamaram a governar num momento em que qualquer imbecil saído do hospício podia ser apanhado na rua para o porem a fazer este papel.

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Despite all odds, this set of hackers has proved w...

  • Anónimo

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Altanhuyg Ariunaa

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog