Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ontem em entrevista na SICN com o Presidente do sindicato, confirmamos o que se sabia. O que está em causa não é uma questão laboral ( as questões laborais são a   existência de sindicatos) mas sim uma razão disciplinar. Isto é, a administração da empresa encontrou razões para abrir inquéritos a alguns maquinistas e penalizá-los com alguns dias de faltas. O sindicato está contra! Pode estar  contra mas o que pode fazer é recorrer aos tribunais não pode ir para a greve!

E, se um médico, for excluído da prática da medicina pela Ordem, o sindicato dos médicos pode decretar uma greve? Claro que não!Se não estiver de acordo deve recorrer aos tribunais bem como o próprio interessado. Doutra forma os administradores e dirigentes não têm qualquer possibilidade de se fazerem obedecer, na prática quem passaria a dirigir a empresa seriam os sindicatos. Temos aí exemplos como seja o sindicato dos professores que defendia a não avaliação, a não existência de rankings e a possibilidade de todos os seus sócios atingirem o topo da carreira. São problemas de gestão, não são problemas laborais.

Na conversa de ontem falou-se a correr na dívida monstruosa que a CP tem que pagar, dívida que está ao nível da Região da Madeira e que tanta celeuma provocou. Diz António de Medeiros, presidente do sindicato que isso se deve a má gestão e a uns investimentos que se fizeram na linha do norte mas que nunca foram terminados e que não serviram para nada. O que é verdade! Mas isso não lhe dá o direito de dar a machadada final na empresa.

O prejuízo da greve montou a 2,5 milhões de euros e deixou apeados cerca de 2 milhões de passageiros, a maioria sem alternativa. Preparam-se para fazer outra greve no próximo dia 1 de Janeiro. Temos assim os maquinistas a gozarem a época de Natal e Ano Novo . Seria como os médicos fazerem greve nos hospitais sempre que houvesse uma epidemia potencialmente mortal. Ficavam em casa para não ficarem doentes. Ou os bombeiros sempre no verão, quando são precisos!

Logo, vamos ter a entrevista do presidente da companhia, saído da reunião que ainda decorre para tentar uma aproximação.

Uma coisa é certa. A CP tal como a conhecemos vai desaparecer. Vai deixar de ter o monopólio dos maquinistas, nas mesmas linhas vão operar mais que uma companhia com os seus próprios maquinistas como se faz em todo o lado onde já passaram por este problema. A CP é a empresa que mais greves faz! Mas vai deixar de ser!

E, faz favor não disparem que eu sou só o mensageiro!

PS: a esta hora já se sabe que não houve acordo, vamos ter mais uma greve. O Sindicato não percebe que pode exigir muita coisa, mas não pode exigir que a administração prescinda de uma das alavancas instrumentais mais importantes na gestão de uma empresa. Exercer a disciplina!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00


290 comentários

De Anónimo a 28.12.2011 às 14:23


Concordo em absoluto com o post, e vou mais longe, quanto mais depressa deixar de ser como é, melhor, para acabar com o buraco negro para onde vai o nosso dinheiro!

De favp a 28.12.2011 às 14:27

Ora aqui está a verdade da questão. Tiro o chapéu a este Sr.

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 14:34

Obrigado. um abraço e voltem sempre.

De Miguel a 28.12.2011 às 19:07

Sou passageiro e estou a passar a palavra para irmos tambem todos para a greve,O não andar de comboio.BASTA DE GOZAREM  CONOSCO PASSAGEIROS.

De Vitor Ribeiro a 28.12.2011 às 21:46

 Sr. sr não porque um senhor antes de escrever barbaridades, 1º tem que se informar daquilo que escreve, não pode escrever pelo que ouve, ou lê nos Jornais, ou vê na televisão, se o sr viu a entrevista do Sr presidente da CP, sim Sr com esse grande o sr ouviu o Sr a dizer que a culpa do estado da CP não é dos trabalhadores, a dizer que se levanta-se os processos era como resignar ao cargo que ocupa.Pois sr Luis Moreira são precisamente 21H e 45 minutos e este MAQUINISTA tem que abandonar o aconchego do lar e ir trabalhar para só regressar amanha as 10 da manha, pois se o sr quiser mais informações eu estou ao seu dispor para o informar daquilo que não sabe mas quer ter uma opinião.

                   Vitor Ribeiro

De david a 28.12.2011 às 21:54

Vitor, deve ser o unico trabalhador deste pais que sai de casa para ir trabalhar à noite.

De Jamsbraga a 28.12.2011 às 23:19

Snr. vitor se o emprego não lhe serve deixe-o para outros que precisam

De Nelson Dias a 28.12.2011 às 23:25

Coitadinho, vejam lá tem de trabalhar para receber um salário de miséria. Já agora, quantos salários mínimos trás para casa por mês? (não contando com os 35 dias de ferias anuais claro.

De Anónimo a 29.12.2011 às 10:56

Boas Festas Sr. Maquinista. Para ir trabalhar, gastei 60 € de táxi fora o passe que já estava pago.

De Luis a 29.12.2011 às 11:23

A queixar-se de ter trabalho, hem..... Coitadinho!! Era melhor ter só ordenado, não era? Compreendo-o. Já agora, quer trocar esse trabalho que tanto o incomoda com o meu desemprego? Pode ser ainda hoje que não me importo de trabalhar na passagem do ano!!

De Eu a 29.12.2011 às 11:49


E depois? Não é o unico que trabalha de noite...

De Carlos a 29.12.2011 às 13:05

Oh snr. Vítor Ribeiro, se o snr. é maquinista e abandona o aconchego do lar às 21:45 para conduzir combóios é porque estes têm passageiros que também não estão no aconchego dos seus lares e certamente têm vencimentos muito inferiores aos seus. Tive muitos familiares ferroviários que ganhavam miseravelmente e nunca faltavam ao trabalho porque tinham mulher e filhos a sustentar e respeitavam o povo que serviam.
Se não está satisfeito, despeça-se e dê o seu lugar a quem precisa de trabalhar e não está enfeudado ao partido politico que vos manobra. Abra os olhos que a boa vida está a acabar.

De Bento a 22.12.2012 às 13:18

Pois sr. maquinista...eu sou empregado bancário, trabalho em segurança informática e também tenho horários diferenciados e faço plantão quando é necessário, mas ao contrário do senhor, não tenho prémios de assiduidade. PRÉMIO de ASSIDUIDADE?? então o sr. recebe um prémio só para estar presente no trabalho?? Trabalhar é um dever ou é um passatempo?? Saiba o sr.maquinista que ganha cerca de três mil euros por mÊs....se fôr da linha de sintra ou cascaias porque se for maquinista do alfa ganha cerca de quatro mil e quinhentos euros , que um bancário nem ao fim de 20 anos gaha isso!!

De hugo oliveira a 28.12.2011 às 14:41


subscrevo.

De j. ribeiro a 28.12.2011 às 14:49

A forma como escreve esta muito bem redigida, so que falta o pormenor principal.Qual e o motivo disciplinar pelo qual esses srs. foram castigados? Nao foi o facto de terem aderido a outras greves com motivos laborais, tais como querer receber as horas extras?Obrigado.

De luis ferreira a 28.12.2011 às 16:01

Como esclarecimento, digo-lhe que os processos disciplinares se baseiam no não cumprimento, por parte dos maquinistas, dos serviços mínimos na anterior greve.

De Fernando Almeida a 28.12.2011 às 17:59


Não, o motivo dos processos disciplinares não é laboral. Os senhores maquinistas da CP não cumpriram os serviços mínimos decretados, e por isso foram alvo de processos disciplinares, se em Portugal todos os direito e deveres fossem cumpridos estes senhores deviam ser despedidos, sem direito a indemnização nem subsidio de desemprego.

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 18:14

Fernando:
A questão é muito simples. Há processos disciplinares levantados por quem tem autoridade para o fazer. No âmbito desses inquéritos a Lei oferece ao trabalhador todas as possibilidades de defesa. Se o trabalhador não estiver de acordo com a decisão pode recorrer para os tribunais.É assim que funciona. Mas o que quer o sindicato? Que a administração arquive os processos sem que o mesmo siga os trâmites consignados na Lei. Se a administração deixar fazer isto, imediatamente o sindicato passa a chamar-lhe "direito adquirido" ou "precedente" e o sindicato fica a mandar na empresa. Não andamos cá a ver passar os comboios...

De Anónimo a 28.12.2011 às 22:33

Muitas pessoas que fazem os seus comentários sobre as greves recentes dos maquinistas da cp primeiro deviam informarem-se qual o motivo da greve e colocarem-se no lugar dos grevistas e depois fazerem os seus comentários, tambem podem ter a certeza de que se algum maquinista for despedido o lugar deixado vago não vai ser ocupado por aquele que deseja que os maquinistas sejam despedidos.

De maria a 28.12.2011 às 22:58

Ó Anónimo tu é que devias colocar-te no lugar dos milhares de passageiros que ficam a ver os carris e sem poderem deslocar-se, como é o seu direito pois até já pagaram o passe para poderem usufruir do transporte. Essa pandilha de que fazes parte devia ser toda posta no olho da rua!!! Rezo para que isso aconteça. Vocês escolhem as datas mais críticas para ficarem em casa a gozar as festas e não têm pejo em prejudicar milhares de pessoas que também queriam estar com os seus nestes dias festivos. Alguns até só têm essa oportunidade uma vês por ano e vocês, maquinistas pôem em causa o direito ao transporte. Que essa empresa CP se dissolva e envie para o desemprego toda essa cambada de chulos!!! Que se crie uma empresa a sério com gente responsável que queira trabalhar!!! Rua com os grevistas comandados pelos sindicatos!!! Usem a vossa inteligencia e parem de se deixar manipular por interesses políticos/sindicais que, para justificarem o dinheiro das cotas dos associados não têm pejo em prejudicar em milhões de euros os interesses do país. São todos a mesma corja!!! 

De Dinis Veiga a 28.12.2011 às 23:24


Ve-se mesmo que vives noutro mundo

De Jamsbraga a 28.12.2011 às 23:21

Se o emprego de maquinistas não lhes serve deixem o lugar para quem precisa de trabalhar

De Anónimo a 29.12.2011 às 02:28


SUBSCREVO INTEGRALMENTE .
È INADMISSÍVEL O QUE SE ESTÀ A PASSAR ! COM TANTA GENTE NO DESEMPREGO --

De josé a 28.12.2011 às 20:10

Resposta a amigo J.Ribeiro, 
Compreende-se e é pertinente o seu comentário no entanto não se pode regular com greves quanto é do foro da Justiça e neste caso, se os Srs Maquinistas tem horas extraordinárias a reclamar devem fazê-lo em sede própria sem se deixarem instrumentalizar ou melhor intoxicar por  sindicatos que mais não são que correias de transmissão de certos partidos. Pois é,  era tão bom que os  sindicatos defendessem efectivamente os trabalhadores e como exemplo só pergunto; Porque razão pela morte de um trabalhador a familia recebe uma miséria, porque razão na doença ou acidente recebem muito menos, há mais mas por aqui me fico que ainda podem dizer que sou comunista

De Jonathan a 28.12.2011 às 14:52

Bem dito.Concordo com este nosso amigo
Bem hajam as pessoas com capacidade discernimento e bom senso

1 abraço

J.Ferreira

De Popes a 28.12.2011 às 15:02

O comentário está excelente mas o motivo da greve penso que não está correto. Em Novembro (penso eu) houve uma greve da CP e o TRIBUNAL obrigou a serviços minimos que não foram cumpridos por parte dos maquinistas por acharem que o tribunal não tinha razão (????). E a lei laboral é muito explicita, os funcionários que estejam indicados para cumprir serviços minimos decretados pelo tribunal, são obrigados a trabalhar nesse dia sobe pena de processo disciplinar e serão despedidos. Agora fazem greve para que os maquinistas não sejam despedidos e estão a ir contra a ordem do tribunal e das leis laborais. 
Não compreendo como poderá acabar isto. Pela lei a administração está a cumprir as ordens do tribunal ao instaurar processos disciplinares que irão conduzir ao despedimento. Mas ao mesmo tempo vamos ter greves, greves e mais greves para proteger funcionários que foram contra a lei. 
Quem paga isto tudo???? NÓS.
A única solução é despedir toda a gente e formar uma empresa nova!!!

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 15:04

Claro! É uma questão disciplinar não é uma questão de gestão!

De Paris a 28.12.2011 às 18:37

É iso   mesmo  Luis   Moreira.... concordamos  plenamente.  Um  grupo  de  bons  portugueses.

Paris

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 16:28

É por causa dos inquéritos disciplinares. uns por essa razão , outros por outras razões...

De Injustiçado a 28.12.2011 às 17:45

Nem a porta-voz da CP disse tanto! Informe-se antes de escrever, caso contrário terei de chamar-lhe IGNORANTE!

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 20:39

O Injustiçado é sempre aquele que deixa no cais os  trabalhadores que querem trabalhar. O seu nome é bem escolhido. Nada tenho contra os maquinistas, mas por uma  vez deixem de ter razão todos os dias...

De bruno a 28.12.2011 às 19:17

CONCORDO A 1000% se toda a gente assim pensasse de certeza absoluta que teríamos um país melhor

De José a 28.12.2011 às 21:42

Caro amigo Popes.
Gostei do seu comentário por ser muito objectivo e ao mesmo tempo manifestar pertinentes duvidas às quais,  sem  pretender ser o dono da verdade, vou responder com a minha opinião perguntando;  porque motivo havemos de proteger quem em consciência,  certamente sabia que estava a transgredir ordens dos Tribunais.  Não pode ser porque em democracia a liberdade de uns termina quando está em causa a liberdade de todos e neste caso o legitimo direito de outros trabalhadores em deslocar-se para os seus locais de trabalho. Esses também tem direitos e se os Srs Maquinistas querem lutar então podem escolher ir a Fátima a pé em penitência  porque assim só se lixam a eles próprios e não  aos outros e já agora, porque razão não desculpar automobilistas que se metem nos copos e  matam gente que tem familia e depois saem impunes, sim impunes porque a moldura penal para estes casos é para rir e a culpa não é dos srs Magistrados. Nunca vi o Carvalho da silva nem o Jerónimo nem o Louça falarem nisto ou será que cassete não tinha espaço para estas coisinhas que não serão tão importantes como os  Srs Maquinistas. É claro, se for o caso, rua com eles e com mais  uns quantos inuteis que estão  nas empresas públicas a coçar os tomates, perdoem a expressão mas sendo português é mesmo assim. É tempo de correr com quem nos está a lixar anos a fio e a questão da recusa de emprego, essa   se eu mandasse não perdoava e punha muito boa gente a fazer serviço nas escolas, a cuidar de idosos,  a limpar onde fosse necessário a fazer serviço de vigilancia, a ajudar no transito, nem que  fosse para ficarem sentados a cumprir um horário, em casa  na caminha ou nos copos, de certeza que não ficavam porque estão a ser pagos com o nosso dinheiro e por  aqui me fico que às tantas aparece alguém para me dar um tiro boa noite

De Saul Pires a 29.12.2011 às 11:36

Concordo plenamente com a sua opinião, quem pagará isto tudo??

De Eduardo a 28.12.2011 às 15:03


Infelizmente, concordo com tudo aquilo que está escrito. Trabalho em Lisboa e moro no Algarve. Para passar o Natal em casa, optei por meter férias, face à greve anunciada. Na minha opinião, toda esta situação é lamentável e digna da minha completa repulsa. Tal como estes senhores, também eu, sou funcionário público. Para mal dos meus pecados, não tenho lugar perto da minha residência pois estudei em demasia (não sou político).

O custo per capita de cada viagem nos suburbanos de Lisboa ronda os 11 Euros, segundo um estudo efectuado por uma consultora independente. Isto acontece face aos elevados custos operacionais da CP onde os salários representam uma elevada fatia (média de 1750 Euros na CP).

Também eu em 2012, vou ser sujeito a inúmeros constrangimentos orçamentais na minha vida. E não desisto. Cortei no não-essencial. Lembro-me sempre de todos aqueles que não têm nada, desempregados, com filhos ....

Lamentável.....

De Zé a 28.12.2011 às 15:10

Tudo correcto mas só falta dizer que estes individuos andaram com as costas aquecidas pelos comunistas durante décadas para fazerem greves. Os comunistas forma autenticos miudos que brincaram com fósforos e agora não dizem nada depois do fogo consumir tudo. Os maquinistas até criaram um fundo para lhes pagarem os dias em que fazem greve! São uma autentica máquina de fazer greves.

De Injusticeiro a 28.12.2011 às 17:47

Como comunista que sou e como maquinista que também sou já comi as crianças ao pequeno almoço...

De ELLOCO a 28.12.2011 às 20:25


POR SE COMUNISTA, POR COMER CRIANCINHAS É QUE ISTO CHEGOU AONDE CHEGOU.

A COMPANHIA NAO É SUA: É NOSSA.

E DEPOIS DE TANTO COMER NAO FICA ENFARTADO ? EU ESTOU, DE VÓS....

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 20:35

Elloco, se eu percebesse o sentido do que escreveu dir-lhe-ia que há povos que sofreram na pele " o chegou onde chegou". Veja a miséria  rídicula do que está a acontecer na terra do grande líder. Sabe que lá não há sindicatos?

De Injusticeiro a 31.12.2011 às 18:21

Confesso que fiquei enjoado depois de comer uma que me disse que tinha um filho ELLOCO e piorou depois de comer uma que jurou que era casada com ELLOCO.

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 20:31

Tenha calma Injustiçado, eu nunca disse que os comunistas comem criancinhas, agora você como comunista deve perceber que o PCP tem 8% dos votos, o país é uma democracia, não pode querer ter por via sindical o que não obtem por via eleitoral. E, tenho uma dívida de gratidão pelo trabalho que o PCP fez na clandestinidade antes do 25 de Abril. Vi com estes dois que a terra há-de comer.

De José a 28.12.2011 às 21:56

Resposta a Luis Moreira.
Muito bem bom amigo, gosto muito do que escreve em relação aos comunistas, pois é, é fácil ser comunista em Portugal e o que nos vale  é que são menos que 8 % no entanto e ao contrário do paraízo que para esses será a Coreia do Norte, Cuba, Vietname do Norte e até a China onde até se aceita a economia de mercado, se estão infelizes aqui onde até lhes  foram instaurados processos disciplinares, sempre podem emigrar,  ninguém se opõe a que vão embora, não tem que estar infelizes aqui,  podem ir que nós não nos importamos e até lhes agradecemos. Para começar devem entrar em contacto com a respectivas embaixadas  e mostrando a vossa filiação, ala que se faz tarde e pode ser que um dia voltem de rabinho entre as pernas. Já agora, sabem quantos  mortos custou a Revolução Bolchevista de 1917 na anterior URSS  cujo regime defendem mas faliu.  São cegos ou quê ?

De Anti-Comunistas a 28.12.2011 às 18:11

Falam tão mal dos comunistas mas foram logo vender a EDP aos chineses e até já estão de olhos em bico com a possibilidade de eles virem para aqui construir a merd* dos carros, alguns deles descaradamente copiados de modelos ocidentais... Enfim... Haja coerência, minha gente... Quando os comunistas sacam do maço de notas já são bem vindos!

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 18:17

Eu nunca aqui falei em comunistas.

De José a 28.12.2011 às 22:04

Resposta a Anti-Comunistas.
Santa ignorância, confundir um regime politico com  negócios entre Estados soberanos e empresas é de bradar aos  Céus e  é a lógica da  batata. Pela sua óptica negociar com os moçulmanos também é pecado e para o não cometermos vamos compramos o petróleo a quem. Pois é, na minha opinião falta-lhe alguma coisa, deve ser cultura porque se calhar  é daqueles que apenas repetem. Olhe nem dá para mais não vale a pena responder a ignorantes. Passe bem,  Boa noite

De Tó Zé a 28.12.2011 às 19:08

Só tenho pena que esses fundos de greves de que o senhor acusa os malditos comunistas, sejam bem aplicados em França, onde há paralizações de várias semanas seguidas, algo que faz falta em Portugal.
Já agora, criancinha estufada com cugomelos no forno é excelente. As melhores crianças, compram-se na loja chinesa (EDP), prove!

De José a 28.12.2011 às 22:34

Resposta a To-zé.
Bom amigo, apesar de tudo gosto do comentário mas vamos la a ver se eu me esclareço. Em relação aqueles que professam ideias diferentes das minhas só tenho de respeitá-los e honestamente, se possivel,  debater ideias com eles serenamente. No caso presente, trata-se de cumprir a Lei não se trata de uma questão política e já agora, com honestidade diga-me lá se concorda que pelo incumprimento da Lei se garanta o respectivo salário ?  acha certo ?. Seguramente que não porque creio que o amigo é pessoa séria. Quanto à receita das criancinhas, por favor não faça de nós estúpidos isso já não pega para justificar a falencia das ideias de determinada esquerda, por mim, com todo o respeito, prefiro um patrão particular a um patrão estado e já agora que vem a propósito, diga-me com honestidade,  tem conhecimento de greves nos países de regime comunista, diga lá que eu não me zango. Pois é, nesses paises,  bico calado e se falas muito es arrecadado e acusado de crime contra o estado. Lá dizia Alexandre Solnitzine escritor Russo no  seu livro o Arquipelago de Goulag e já agora, são de rir as repostagens sobre a morte do grande lider da Coreia do Norte, aquele gente arranha-se toda e até já há fenómenos paranormais, se calhar é porque o poder vai passar para o filho, aquilo é que é uma democracia e se calhar depois passa para o neto, uma maravilha,  NÃO MUITO OBRIGADO, NÃO QUERO.

De Tó Zé a 29.12.2011 às 08:07

Obviamente que grande parte do comentário foi a gozar. Tenho de lhe dizer que se o comunismo fosse bem aplicado nos países ditos comunistas, nunca o governo da Coreia do Norte seria como é, isto para não falar da escravatura chinesa, com a qual eu não concordo.
Ainda mais obvio é que existem países comunistas que conseguiram subsistir, como é o caso de Cuba, que apesar do bolqueio por parte dos EUA, conseguiu ter os melhores médicos do mundo durante décadas, algo que na minha opinião falta no nosso regime central e livre em Portugal.
Em resposta à sua pergunta, não tenho conhecimento de greves (só de manifestações em prol da liberdade)  em países que realmente respeitam alguns fundamentos comunistas (Cuba e ex-URSS), uma vez que no primeiro, podiam realmente acusar os americanos de os quererem destruir, e no segundo terem mais qualidade de vida do que têm atualmente. Verifica-se por exemplo no filme "Goodbye Lenine" quando os filhos desistem dos cursos nas faculdades para trabalharem em empregos miseráveis, ainda que tenha ido buscar um exemplo à RDA, isto aplica-se em países como a Ucrânia.
Confesso que se eu abdicar da minha liberdade temporáriamente para ter condições de vida e educação melhores, eu faço-o, algo que aplicaram nos países comunistas, por exemplo URSS. Sim, porque se conhecer a História russa verá que a Rússia só tem uma população mais instruida a partir do regime comunista e só se desenvolve como potência mundial a partir do regime Estalinista.
Neste comentário eu quis mostrar o medo que as pessoas continuam a ter dos comunistas, acusando-os de estragar o país, quando eles não estão no poder desde 1976. Espero que o ódio dos cidadãos também se vire um dia contra os governantes que os arrastaram para este fosso.
Gostava também de dizer que se me garantirem que o PSD vai aplicar em Portugal o conceito de Social Democracia como ele existe no norte da Europa, não tenho problemas em aceitá-la e defendê-la.
Espero que perceba o que eu quis mostrar e peço desculpa se exagerei.

De Joaquina Bernardino a 28.12.2011 às 15:15

Isto de comentar o que não se conhece a fundo pode induzir muitas pessoas no erro.
Será que os trabalhadores da CP, têm obrigação de trabalhar sem receber, porque houve uns governos e uns gestores manhosos e incompetentes, colocados pelos mes- mos governos, que não souberam gerir, e gastaram o que não deviam onde não deviam?
É que isto de governar o dinheiros dos nossos impostos, e se gerir mal, nada lhe acontecer e ter lugar assegurado num outro lugar sem precisar de se chatear, dá nisto.
São sempre os mesmos a levar com as asneiras de alguns. Tá mal! E também está mal, quem coloca os posts à partida não se esclarecer um pouco sobre o que comenta.
É como quem diz "largar postas de pescada"!

De m a 28.12.2011 às 15:36

Minha amiga se eles não estão bem na CP então que procurem emprego noutro local e deixem trabalhar quem precisa, cambada de chulos

De PauloSantos a 28.12.2011 às 16:19


Bem dito...mais se fosse uma empresa privada já tinhal levado um chute no cu...

De maria a 28.12.2011 às 19:46


BEM DITO!...

De mais do mesmo a 28.12.2011 às 21:54

Os maquinistas da CP sempre tiveram  imensas benesses a começar por aquela que lhes atribui 6 €uros diários em cada dia que vão trabalhar (além do salário ,é claro).
Onde já se viu atribuir um pagamento destes ?? Só na CP e depois tem dividas , é claro , só pode ter.

De luis ferreira a 28.12.2011 às 16:10

Cara Joaquina, quanto ao facto de os maquinistas trabalharem sem receber não correspomde à realidade. Concordo consigo no assunto de gestão danosa, mas isso não acontece apenas na CP. Apenas lhe digo que os ditos maquinistas são, na função pública, dos que mais auferem de rendimentos e subsídios. No entanto, não são avaliados em nenhum ponto das suas funções de trabalho, havendo até quem vá controlar combóios com muitas pessoas completamente embriagados - já vi, nimguém me disse.

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 16:20

Os maquinistas utilizam a greve como se a greve fosse uma acção fútil e simples. Não é, deve ser o último procedimento a que se recorre. A greve custou muitas vidas e muito sofrimento aos trabalhadores de todo o mundo, para ser reconhecida como um direito.

De PauloSantos a 28.12.2011 às 16:24

Os Srs Maquinistas, tem algo que mais nenhum funcionário no privado têm...
Eu quando fui recrutado foi-me imposto uma série de condicionalismos para trabalhar, um deles era trabalhar 1 dia à noite por semana.
Os Srs Maquinistas que trabalham de noite recebem suplementos e ordenados churudos por trabalharem de noite... mas se não querem trabalhar despeçam-se e vão fazer xuxas para a Sibéria... estes senhores começam a ser odiados pela maioria dos Portugueses

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 16:16

Esta enganado, meu caro. Ouvi a entrevista so Presidente do sindicato e a entrevista do Presidente da companhia. ambos dizem que a azão são os inquérios. E, a questão que eu coloco nos poste, é: a acção dsciplinar é função dos sindocatos ou da administração da empresa? Entao se um trabalhador faltar aos  seus deveres a administração não pode exercer a acção disciplinar? Veja o caso do médico que violou uma gr´vida no consultório. A Ordem dos médicos vai impedi-lo de execer medicina. Então agora o sindicato dos médicos pode fazer greve porque não concorda? São os sindicatso que exercem a acção disciplinar? É isso que está em causa. O sindicato não pode fazer greve por razões disciplinares. Vá para os tribunais!

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 16:27

Minha cara Joaquina, ouvi dos dois presidentes o que aí esta escrito. E sabe o que o sindicato propõe para não ir para a greve? Que todos os inquéritos disciplinares ( olhe para os meus lábios:(inquérito disciplinar) fossem arquivados. É essa a razão! A pescada tem uma particularidade: já era antes de o ser. É o que se passa com esta gente que não respeita quem lhes paga os elevados vencimentos que auferem. Ai se caíssemos nas mãos destes camaradas....

De maria a 28.12.2011 às 19:51

ESTOU PLENAMENTE DE ACORDO "...COM TODOS OS COMENTÁRIOS DO SR. LUIS MOREIRA

 

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 20:19

Obrigado, Maria. Volte sempre aqui à Pegada!

De Joana a 28.12.2011 às 15:38

Eu concordo plenamente com a opinião descrita. Acho uma vergonha o que os maquinistas fazem numa altura do ano em que milhões de pessoas se deslocam para suas terras para estarem com os seus entes queridos. E o mais vergonhoso é que estes senhores são dos que têm mais regalias, com salários bons, nos dias que  correm e ainda se dão ao luxo de fazer 40 greves durante um ano!!! Já ultrapassa todos os limites. É gozar com quem não tem trabalho e com quem trabalha e não tem metade dos direitos e dos bónus. Também acho bem que a CP actual deixe de existir.

De Tó Zé a 28.12.2011 às 19:15

Sabia que nos países com serviços de caminhos de ferro privados existem atrasos ainda maiores nos comboios de passageiros porque os comboios de mercadorias têm prioridade.
Se já se queixam dos atrasos na CP, imaginem com privados.
P.S. não se preocupem, não sou maquinista.

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 19:22

Esse é outro problema. Eu já andei de comboio em muitos países e nunca me passou à frente um comboio de mercadorias. Na Holanda, os comboios andam ao segundo, não é ao minuto é ao segundo...

De Pedro a 28.12.2011 às 20:28

Mas na Holanda há mais coisas que são diferentes além da pontualidade dos comboios. Por exemplo, o dinheiro parece ter menos tendência em desaparecer e fica mais para pagar aos empregados (públicos e privados) e para manter as áreas comuns.
Sabiam que a manutenção dos exteriores dos edifícios das cidades é feita pelas edilidades. Um amigo meu que esteve lá a trabalhar numa empresa privada (recebia o triplo do que recebe cá no público por funções semelhantes) recebeu com espanto a visita de um senhores da edilidade para fazer a manutenção do telhado e pintar as paredes exteriores e as janelas por fora.
Talvez quando Portugal for assim tenhamos maquinistas melhores que não fazem tantas greves.

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 20:56

Tem razão, Pedro. Nas sociedades muito desiguais os problemas são muito mais dificeis. N´s somos o país com o leque salarial mais alargado da europa. Uns com demasiado e outros sem nada...

De Tó Zé a 29.12.2011 às 09:58

A Holanda é um país bastante pequeno para ter atrasos nos  caminhos de ferro como Portugal, mas ainda assim concordo com o seu exemplo. Embora a Holanda se enquadre num conjunto de países europeus com uma mentalidade bastante diferente da portuguesa no que toca à competência no local de trabalho, e olhe que não são só os maquinistas que são melhores, os gestores também o são.
Não querendo comparar os EUA a Portugal devido ao tamanho, verifique os atrasos nos caminhos de ferro derivados aos problemas de prioridade. As palavras sobre os caminhos de ferro privados não são minhas, são de Michael Palin num documentário da década de oitenta em que ele recria a volta ao mundo em oitenta dias.

De Luis Moreira a 28.12.2011 às 20:58

São greves mês sim, mês sim! E dizem que têm sempre razão! Deus nos livre de quem tem sempre razão!

De JOSÉ a 28.12.2011 às 22:42

Bom, que prazer Sr. Luis Moreira, dá gosto ver os seus esclarecidos comentários, estou a 100% de acordo. bem haja.

Comentar post


Pág. 1/13



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá pessoal, Você precisa de serviços de hackers? ...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Muitas pessoas disseram que os hackers invadiram d...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    QUERO HACKEAR UM BLOG!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Anónimo

    oi me explica mais siobre isso

  • Anónimo

    Necesita un préstamo urgente para revivir sus acti...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog