Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quando assim, melhor assado

por Francisco Clamote, em 13.12.11
Não há um único (repito: um único) sector da vida nacional que apresente indicadores mais favoráveis do que os registados antes da entrada em funções da actual "equipa maravilha" (?) dirigida (?) por Passos Coelho. Digo o mesmo em relação a melhorias na vida das pessoas, pois estas, pasme-se, estão, pela primeira vez, desde que há registos, a ver-se obrigadas a cortar nas despesas com a alimentação.
E tão seguro estou da afirmação que até prometo alvíssaras a quem até ao dia 21 do corrente [data em que o (des)governo passista perfaz 6 meses de (des)governação] descobrir um único indicador que contrarie a  asserção.
Ontem mesmo surgiu um enxurrada de novos dados que não me deixam em mentira. Senão repare:
Investimento continua em queda livre e bate mínimos;
Construção regista queda de 10% em outubro;
Volume de negócios nos serviços diminui em outubro;
Crise acaba com férias dos portugueses;
Novos créditos à habitação acentuam queda para níveis históricos;
Entregas de casas aos bancos aumentam 18%;
Crédito malparado volta a bater recorde histórico.
Bom, sabe-se que os direitolaos continuam a atirar com as culpas para cima das costas de Sócrates e quem for vivo verá que, daqui por "um século", os tolos (e, ao mesmo tempo, aldrabões) continuarão com a mesma lengalenga. Todavia, quem não for direitolo e, neste caso, só o é quem quer, tão evidente é a mentira, é claro que não pode ir mais naquela conversa. Eu, que presumo de o não ser, entendo mesmo que já é altura de dizer: "Quando assim, melhor assado".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:22


2 comentários

De António Leal Salvado a 14.12.2011 às 00:39

Em 2008, as economias asiáticas (em crescente portentado) e americana (em crítico declíneo) acertaram-se para atacar a Europa.
Não atacaram desta vez pela economia, atacaram pela moeda. E porquê? Porque a União Europeia dava mostras de uma fragilidade política reveladora de não resistir ao menor ataque - com a Alemanha a querer destruir uma União (que, por natureza, consagrava a igualdade e a solidariedade entre todos) e a França liderada por um nazi mais retinto que os alemães, a tentação venceu: humilhou-se a União, destruiram-se os seus órgãos e do ataque do exterior passou-se ao canibalismo interno. Alemanha e França não tiveram direções, nem princípios, nem valores que lhes dessem força para reagirem ao ataque externo e lançaram o seu próprio ataque aos ditos mais "fracos" (sem U.E. a sério, já não são todos iguais, é cada um por si).
Por sua vez, os lideres nacionais, na sua maioria tão invertebradamente incompetentes quanto apalermadamente vendidos ao dinheiro (o exemplo português é, infelizmente, o mais acabado da síntese da estupidez com a desonestidade) limitam-se a engolir toda a série de trafulhices e ameaças que vêm dos neo-nazis e, todos orgulhosos por poderem aparecer ao lado daqueles, fazem da sua pequenez internacional a prepotência no uso do mandato que o Povo lhes conferiu com base na desilusão e na abstenção.
É a aplicação da sabedoria milenar: "Se queres ver o vilão, mete-lhe a vara na mão".
A infame invenção dos novos poderes das agências de rating (graças à credibilidade que lhe dão os acéfalos dirigentes europeus) só podia ser vencida com uma posição de força, política, da maior união de países do mundo.
Mas para uma solução genial no plano político era preciso que houvesse génio na direção dos países europeus. Os tradicionais verticalidade e bom senso britânicos não chegam...

De Francisco Clamote a 14.12.2011 às 01:32

Sem dúvida, António. 
O que eu não engulo de forma nenhuma, e passo a responder ao Luís, é a iniquidade na distribuição dos sacrifícios e são as aldrabices que levaram os farsantes ao poder. Os sacrifícios bem mais modestos pedidos por Sócrates eram para os farsantes inadmissíveis. Uma vez no poder, todos os sacrifícios são poucos e os gajos até se riem. Repito: PQP* 
(*Leia-se: Pois Que Partam.)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Piyush Giri Goswami

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE, ENTRE EM CO...

  • Piyush Giri Goswami

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Despite all odds, this set of hackers has proved w...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds