Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A pegada não morreu; apenas deslocámos a maior parte das nossas pegadas para o facebook. Enorme pecado, bem sabemos; mas por estes instantes, em que o tempo não abunda, é mais fácil interagir e publicar ali. Esta nossa casa não desaparece; será sempre a referência principal e o lugar das pegadas mais profundas. No entretanto, e quando não nos virem por aqui, é porque estamos aqui:pegadabook. Cliquem no link (não é necessário ter facebook para ler, apenas para comentar) e/ou façam like acima. A todos os leitores e ao sapo, que nunca nos falhou, pedimos desculpa. É coisa de momentos; a pegada será sempre aqui. Aqui é a regra, este anúncio não revela mais do que uma excepção. Já agora, e também no facebook, mas numa onda diferente -- e em que todos os leitores podem ser autores --, visitem o ouvir & falar.

 

 



Ça me regarde!

por Licínio Nunes, em 16.10.13
Ça ne me regarde pas

Jean-Paul Sartre, a respeito da guerra, lendo 'L´Humanité' numa esplanada de Paris, pelos fins da Primavera de 1941

Sei perfeitamente que a história não é tão linear, como a imagem de Sartre, lendo livre e publicamente o órgão oficial do PCF, quase um ano depois da rendição francesa, pode sugerir. Acontece apenas que não me apetece discutir os pormenores. Os resistentes franceses fizeram um pacto de silêncio e honraram-no.

Mas algo de essencial fica por responder. Porque é que aquela imagem dum intelectual comunista sobejamente conhecido, aceitando implicitamente a ocupação e aproveitando (!) as liberdades resultantes do pacto Molotov-Ribbentrop, era tão convincente que a Gestapo alemã nunca suspeitou tratar-se da intoxicação que, tudo o indica, efectivamente era?

A resposta desagradável, é que aquela era a atitude que todos esperavam dum comunista. Já antes, naquela altura e sempre depois, até ao presente. A história de Sartre vem-me à memória todas as vezes que oiço o Bernardino Soares contar as suas anedotas a respeito da Coreia do Norte, todas as vezes que oiço um comunista incensar o regime cubano. Vem-me à mente perante o silêncio ensurdecedor do PCP a respeito dos incidentes do Machoga e dos Santinhos.



E de todas essas vezes, apetece-me sempre reler Sartre e desta também. Subscrevo integralmente o que o Rui David aqui escreveu, e subscrevo integralmente o "Bardamerda" do Carlos Galvão. No próximo dia 19, aquilo que eu espero que aconteça É ISTO. Lá estarei!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45



 

 

 

 

 

 

 

Autores

Alexandre Santos facebook LM

Ana Bento facebook Ana Bento

António Leal Salvado facebook LM

Quadratim

Célia Correia facebook Célia Correia
Filipe Figueiredo facebook Filipe Figueiredo
Francisco Clamote facebook FC

Terra dos Espantos

Hélder Prior facebook Hélder Prior

Herculano Oliveira facebook Herculano Oliveira

João de Sousa facebook João de Sousa

Ergo Res Sunt

João Moreira de Sá facebook JMStwitter Arcebisbo

Arcebispo de Cantuária

Micro Cuts

Lu Pelejão Eusébio facebook Lu Pelejão Eusébio

Luis Grave Rodrigues facebook LM twitter LGR

Random Precision

Diário de uns Ateus

Licínio Nunes facebook Licínio Nunes

Manuel Tavares facebook Manuel Tavares

Maria Helena Pinto facebook Maria Helena Pinto

Maria Suzete Salvado facebook MSS

robe de soir

Pedro Figueiredo facebook Pedro Figueiredo

Rogério da Costa Pereira facebook LM twitter RCP

O homem-garnisé...

cadáveres esquisitos

rui david facebook LM twitter rui david

Bidão Vil

itálicos

Arquivo

 

Adriano Pacheco

Ana Paula Fitas

António Filipe

Ariel

besugo

Catarina Gavinhos

Cristina Vaz

Fátima Freitas

Fernando André Silva

Isabel Moreira

Isabel Coelho

João Mendes

João Simões

lucy pepper

Luís Moreira

Luiz Antunes

Miguel Cardoso

Maria do Sol

Maria Duarte

Maria Mulher

Nuno Fernandes

Rolf Dahmer

Sofia Videira

Xavier Canavilhas


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog